Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2012

Neste tempo da vida.....

 

Perdi-me nas palavras dispersas que não me largam..

 

São tantas...vêm com dores e amarguras...

 

As alegres são tão poucas...que subtilmente se escondem...

 

Neste tempo da vida....

 

Batem batem como se fosse a uma porta!

 

Não lhes abro a porta...porque já não lhes pertenço...

 

Vieram por engano...ter com alguem feliz.....

 

Ai as palavras enrodilhadas em mim...

 

Que estorvo....

 

Adormecer com elas no regaço seria bom....

 

 

 

Nota : Homenagem a Oscar Niemeyer

publicado por ligeirinha às 10:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito (1)

.mais sobre mim

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Neste tempo da vida.....

.1 Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Esta estranha sensação d...

. A morte por um fio...ou a...

. Quando finalmente ficar s...

. Tão inuteis as palavras!!...

. Esta procura constante......

. O Cipreste

. Neste tempo da vida.....

. A aventura de sermos nós....

. Gosto do azul intenso....

. Estou só.....

.links

.1 Agosto 2008

blogs SAPO