Terça-feira, 29 de Setembro de 2009

A nau vai de saída.....

 

Tanto que queria dizer..

 

Embarga-se-me a voz....enrola-se...

 

É uma dor profunda, funda que me trespassou...

 

é tudo ensarilhado....

 

Quanto mais vida...mais sofrimento....

 

eu sei que há o sol.....

 

E sei tambem que estou sozinha a acarretar este monstro...

 

São duvidas

 

são  desilusões

 

É um faz que faz ..que não faz...

 

É uma mulher exangue...

 

Sem mitos , nem historietas vulgares...

 

Sou eu ...sem ser...

 

A nau vai de saida....

 

Leva tudo de dentro de mim...

 

Não fica nada...

 

Porque de nada respiro...

 

Porque de nada me alimento...

 

Porque de nada fiquei feita...

 

Foi o que restou...

 

publicado por ligeirinha às 14:35
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

.mais sobre mim

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A nau vai de saída.....

.1 Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Esta estranha sensação d...

. A morte por um fio...ou a...

. Quando finalmente ficar s...

. Tão inuteis as palavras!!...

. Esta procura constante......

. O Cipreste

. Neste tempo da vida.....

. A aventura de sermos nós....

. Gosto do azul intenso....

. Estou só.....

.links

.1 Agosto 2008

blogs SAPO