Quinta-feira, 7 de Junho de 2012

Mão cheia de nadas......

 

Forma vil de suceder um dia a outro...

 

Vem sem licença....

 

Marca espaço... já ocupado por tantos...!

 

Eu não estou nesta, não...

 

Dói viver....

 

Dor fininha...aguda....traiçoeira....

 

Mão cheia de nadas...

 

Só a memória de África...intocável!

 

Tão genuína, tão inocente, tão pura...

 

Terna...macia e cheia de flanboyans

 

Alaranjados...

 

Quem os pintou sabia o que era paixão!

 

Vou ficando....

 

Até ver.....

 

 

 

 

 

 

publicado por ligeirinha às 15:41
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Mão cheia de nadas......

.1 Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Esta estranha sensação d...

. A morte por um fio...ou a...

. Quando finalmente ficar s...

. Tão inuteis as palavras!!...

. Esta procura constante......

. O Cipreste

. Neste tempo da vida.....

. A aventura de sermos nós....

. Gosto do azul intenso....

. Estou só.....

.links

.1 Agosto 2008

blogs SAPO