Quarta-feira, 13 de Agosto de 2008

Poema inedito de Miguel Torga

 

 

De seguro,

 

Posso apenas dizer que havia um muro

 

e que foi contra ele que arremeti

 

A vida inteira.

 

Não, nunca o contornei.

 

Nunca tentei

 

Ultrapassá-lo de qualquer maneira.

 

A honra era lutar

 

Sem esperança de vencer.

 

e lutei ferozmente noite e dia,

 

Apesar de saber

 

Que quanto mais lutava ,mais perdia

 

E mais funda sentia

 

A dor de me perder....

 

 

 

Miguel Torga

 

sinto-me:
publicado por ligeirinha às 23:03
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

.mais sobre mim

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Poema inedito de Miguel T...

.1 Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Esta estranha sensação d...

. A morte por um fio...ou a...

. Quando finalmente ficar s...

. Tão inuteis as palavras!!...

. Esta procura constante......

. O Cipreste

. Neste tempo da vida.....

. A aventura de sermos nós....

. Gosto do azul intenso....

. Estou só.....

.links

.1 Agosto 2008

blogs SAPO