Quinta-feira, 5 de Julho de 2012

Esta estranha sensação de frio.....

 

 Esta estranha sensação de frio....no Verão....!!!!

 

 

 Invade-me um frio "gélido" de dentro de mim....

 

Tanto passado...tanto.!!!..inacabado...!

 

Já não tenho espaço para o "arrumar"...para o "olhar de frente"... acertivo...

 

Já não cabe nem uma agulha....mesmo das mais fininhas....!!!!

 

E este medo sobressaltado deste prenuncio do fim...?

 

É um desejo....eu sei....

 

Mas como será?

 

Alguém nos vem buscar?

 

E a manta ? Tenho tanto frio....

 

Vamos com medo?

 

Adormecemos ao colo de Morfeu? 

 

Vamos cheios de medo a olhar para trás....

 

 

e com tanto que deixámos por fazer....

 

Com pena de nada....

 

só do "azul cobalto" do céu de inverno...

 

Dalguns atribulados dias de tempestade no mar...

 

Com o mar escuro....condenatório...

 

lá vai um barquito de pescadores da Afurada...será que volta?

 

A vida nunca me foi afável...a vida é dura e má....

 

"Espera de mim" sempre, mais.. e mais.!!!...as contas sempre inacabadas..!.

 

É noite...

 

Madrugada...

 

E cheira a maresia...

 

A oliveira do Eugénio cresceu !

 

O que deixarei, como espóliio...será um amontoado de lagrimas..

 

dou a quem quizer....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por ligeirinha às 02:29
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De poetaporkedeusker a 13 de Julho de 2012 às 17:43
Ah, minha Ligeirinha Que contraste com a imagem da árvore em flor, no fim... e eu que ando há dois dias que ninguém - nem eu mesma! - me pode aturar só porque me chamaram para uma formação em Alcoitão e eu não tenho como lá chegar... nem sei lá ir, sequer. Mesmo que soubesse, não conseguiria...
Mas vamos ao teu poema e a ti!
Começas por indagar acerca da viagem final... um dia te narrarei melhor essa minha experiência... há várias coisas em comum na experiência de quase-morte, tanto quanto eu pude perceber quando me debrucei sobre o assunto... agora o que nem eu, nem NINGUÉM te pode garantir é que seja uma experiência com continuidade no tempo ou seja lá onde for... no início há medo e rejeição, claro. No meu caso havia intensa, excruciante dor física... mas hoje não estou muito boa para descrições... quando é que arranjas um tempinho para tomarmos um café?
Ainda no teu poema... o teu frio parece interno, subjectivo, nada parece ter a ver com o meu que é meramente físico... e as tuas lágrimas deixam-me profundamente triste. Estão no poema, estão em ti, passam para as flores e chegam até mim.
Quero tomar um café contigo! Posso não poder, mas quero! Eu, hoje, estou teimosa, teimosa!

Enorme abraço, Ligeirinha!

PS - Ainda não me nasceu nenhum soneto para ti, exclusivamente. Podes ter a certeza que isso não depende só da minha vontade... poderia depender, mas não seria um bom poema. Seria um soneto "a martelo" ... já agora deixa-me dizer-te que há dois sentidos para esta expressão. Eu uso-a no sentido de "forçar as palavras"... e não quero que seja assim.
De ligeirinha a 13 de Julho de 2012 às 19:43

Como me sinto melhor com as tuas palavras...a sério. Sabes porquê? Porque já passaste por muitas situações identicas de melancolia, de rejeição, de uma enorme insegurança...e sossego com as tuas tão doces palavras....
Mal vá a Lisboa eu falo-te. Fiquei fisicamente pior com a fractura da coluna, doi-me com a humidade, as pernas não andam...sei lá ! Fiquei velha! Beijinhos!
De poetaporkedeusker a 13 de Julho de 2012 às 20:29
Sabes que também eu quase não consigo andar? Não sei se terá a ver com a hérnia na cervical e as discopatias todas... a médica de reumatologia só me passou exames relativos ao Lúpus mas eu já não sei se não haverá um qualquer problema neuro motor... de qualquer forma as consultas de medicina têm sido consecutivamente adiadas desde Maio... nem sequer tem sido feita a vigilância do INR... estou a ficar fartinha desta maluqueira toda. Mas não estou a ser nada simpática com estas queixas todas
Quanto a ti, pareces muito mais nova do que eu! Aposto que ainda andas mais depressa do que eu o consigo fazer!
Temos mesmo de fazer a comparação! Um dia destes, imagina-nos, às duas, a fazermos uma "corrida"... Ânimo, minha Ligeirinha!
De poetazarolho a 14 de Julho de 2012 às 01:12
Eu posso dar a partida.
De poetaporkedeusker a 14 de Julho de 2012 às 01:18
Boa!!! Fazemos uma "corrida" e o nosso Poeta dá a partida e é o juiz imparcial!
Obrigada, Poeta! Abraço grande!

Comentar post

.mais sobre mim

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Tanto tempo.....

. Morre-se em Agosto.... - ...

. No tempo em que tardam a...

. Desembaraçou-se de mim......

. Quando finalmente ficar s...

. Morre-se em Agosto....

. Amanhã....

. Sentimento estranho este....

. Este trilho meu....

. Cansei de mim....

. As idades que nunca tive....

. As palavras mendigadas .....

. Neste tempo da vida.....

. A aventura de sermos nós....

. Perguntei ás folhas....

. Gosto do azul intenso....

. Hoje é dia de lua cheia.....

. Esta procura constante......

. Foi ágil o pássaro....

. Subtilmente.....

. Bocadinhos de mim....

. Esta estranha sensação d...

. Papoilas

. Este turbilhão dentro de ...

. Mão cheia de nadas......

. Espaço raso de agua

. Quem me dera ver azul....

. Ventos de Africa...

. O cheiro da Primavera....

. Amiúde me enterneço.....

. Só gosto da luz do mar......

. Passou-se outro ano....

. Estou só.....

. Dia irreal de Outono....

. Tão inuteis as palavras!!...

. A memória não mente....

. A medo.....

. Portinho

. A arvore da minha paixão!...

. Desfile do Primeiro de Ma...

. Outra casa em Lima

. Numa rua em Lima colonial

. Tralha peruana!

. Cusco-Perú

. Lima!!!

. Cherries Blossom!

. A morte por um fio...ou a...

. Centro Pompidou-Março 201...

. No dia de anos-Jardim do ...

. Paris-70 anos!

.1 Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. A morte por um fio...ou a...

. Quando finalmente ficar s...

. Tão inuteis as palavras!!...

. Esta procura constante......

. O Cipreste

. Neste tempo da vida.....

. A aventura de sermos nós....

. Gosto do azul intenso....

. Esta estranha sensação d...

. Estou só.....

.links

.1 Agosto 2008

blogs SAPO