Quarta-feira, 10 de Novembro de 2010

Ondas encabeladas ao vento.....

 

 

São como ondas encabeladas ao vento...

 

Este medo que se me apodera.....

 

Fazem frio...

 

Não me largam....

 

Caeem-me as lágrimas devagar, amargas....

 

Não sabia que as lágrimas têm vários sabores...

 

As da angustia são assim...amargas...

 

Há lágrimas doces de ternura...

 

Essas já lhes perdi o sabor....

 

São as ondas de terror que me invadem...

 

Tão duras...

 

Tão cruéis.....

 

Tanto que quase as consigo ver....mas não escapo.....

 

Tenho medo....medo de tudo....até do barulho do mar....

 

a arrulhar...a arrulhar.....

 

 

 

 

 

publicado por ligeirinha às 18:36
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De joao cesar a 22 de Janeiro de 2011 às 19:01
gostei. Acho que vou passar mais vezes por aqui.
De poetaporkedeusker a 29 de Novembro de 2010 às 11:42
Cheguei a pensar que tivesses publicado um novo poema e que eu não tivesse visto... as coisas estão muito complicadas para mim, nem calculas... eu não lido muito bem com o Facebook e acabo por só te encontrar de quando em quando... o meu ritmo de publicação também vai começar a sofrer alterações, de certeza absoluta... logo se vê! :)
Bjo e uma boa semana!
De poetaporkedeusker a 11 de Novembro de 2010 às 10:56
Ai, minha Ligeirinha! O teu poema é bonito e delicado como filigrana, mas eu sei que és o sujeito poético dele... então?
Que amargas estão essas lágrimas! Fiquei com o coração apertadinho
Olha, desejo-te muitas lágrimas doces, daquelas de ternura de que já esqueceste o sabor! Muitas, muitas!
Um enorme abraço e todo o mimo que consigas imaginar!
De ligeirinha a 11 de Novembro de 2010 às 22:30
Obrigada! espero que melhore.....É um sufoco.....acudir a tudo e a todos! Beijinhos grandes!
De poetaporkedeusker a 12 de Novembro de 2010 às 16:50
Eu, hoje, não conseguiria acudir a ninguém, Ligeirinha... estou completamente "não presta", com uma dor horrível no meio das costas e com as pernas "enformigadas"... até as mãos já estão a ficar "perras". Mas não te aflijas que eu, se isto continuar assim, vou ao hospital! É só porque depois de me queixar à vontade, fico mais aliviada... pelo menos parece que custa um pouco menos.
Que tudo corra bem contigo. Desejo-o tanto como o desejo a mim mesma! :)
Beijinho!
De ligeirinha a 12 de Novembro de 2010 às 18:13
Cuida-te que fazes cá muita falta! Claro que tens que ir ao médico! As melhoras e não apanhes frio!Beijinhos!
De poetaporkedeusker a 15 de Novembro de 2010 às 17:50
Estou muito bem agazalhadita e, ainda, um bocadinho "perra" a andar, mas já não me doem tanto as costas! Mas quem deveria ralhar era eu!
Tu não voltes a tomar aquilo que tomaste! É estupidamente agressivo para o aparelho digestivo! Eu não tomo voltaren há muitos anos... mas também tomo o anticoagulante e não posso. Parece-me que também não podes... toma cuidado contigo! Tanto quanto eu sei, fazes mais falta do que eu!
Abraço gde!

Comentar post

.mais sobre mim

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Tanto tempo.....

. Morre-se em Agosto.... - ...

. No tempo em que tardam a...

. Desembaraçou-se de mim......

. Quando finalmente ficar s...

. Morre-se em Agosto....

. Amanhã....

. Sentimento estranho este....

. Este trilho meu....

. Cansei de mim....

. As idades que nunca tive....

. As palavras mendigadas .....

. Neste tempo da vida.....

. A aventura de sermos nós....

. Perguntei ás folhas....

. Gosto do azul intenso....

. Hoje é dia de lua cheia.....

. Esta procura constante......

. Foi ágil o pássaro....

. Subtilmente.....

. Bocadinhos de mim....

. Esta estranha sensação d...

. Papoilas

. Este turbilhão dentro de ...

. Mão cheia de nadas......

. Espaço raso de agua

. Quem me dera ver azul....

. Ventos de Africa...

. O cheiro da Primavera....

. Amiúde me enterneço.....

. Só gosto da luz do mar......

. Passou-se outro ano....

. Estou só.....

. Dia irreal de Outono....

. Tão inuteis as palavras!!...

. A memória não mente....

. A medo.....

. Portinho

. A arvore da minha paixão!...

. Desfile do Primeiro de Ma...

. Outra casa em Lima

. Numa rua em Lima colonial

. Tralha peruana!

. Cusco-Perú

. Lima!!!

. Cherries Blossom!

. A morte por um fio...ou a...

. Centro Pompidou-Março 201...

. No dia de anos-Jardim do ...

. Paris-70 anos!

.1 Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Quando finalmente ficar s...

. Tão inuteis as palavras!!...

. Esta procura constante......

. O Cipreste

. Neste tempo da vida.....

. A aventura de sermos nós....

. Gosto do azul intenso....

. Esta estranha sensação d...

. Estou só.....

. Perco-me por ti minha mãe...

.links

.1 Agosto 2008

blogs SAPO