Segunda-feira, 25 de Outubro de 2010

Tanto para te dizer......

 

 

 Gostava de ser vento e de te poder ver....

 

 gostava de ser agua para me beberes.....

 

 Gostava de ser flor para me colheres.....

 

 gostava que o tempo parasse para te olhar...

 

 Gostava que este Outono fosse só nosso...

 

 Gostava que a morte....não viesse já....

 

Tenho tanto para te dizer...

 

Que é como se fossemos os mesmos adolescentes de 16 anos....

 

Mas....tambem sei......

 

Que estás aí e isso me basta.....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

..

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por ligeirinha às 17:48
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De poetaporkedeusker a 4 de Novembro de 2010 às 14:14
Tão bonito! Tudo; o poema, a imagem... tudo desta forma a que me foste habituando, deixando espaço e tempo para reflectir sobre cada verso e, depois, para uma releitura global.
Eu não vou estar por cá hoje, mas se quiseres escrever email, está à vontade. Amanhã, se não vierem acabar a montagem da bendita antena, volto cá!
Beijinho e força!
De ligeirinha a 4 de Novembro de 2010 às 16:22
.Adorei o comentário! foi tão dificil "parir" qualquer coisa! Estive tanto tempo parada .....e o teu feedback dá-me tanta força.....minha caixinha de Pandora......
Beijinhos grandes!
De poetaporkedeusker a 4 de Novembro de 2010 às 16:49
:) E tu és uma linda!
Sabes, fiquei sem a minha palestra de hoje :( O amigo que me daria boleia esqueceu-se completamente e só o contactei demasiado tarde... mas hei-de ir a outra! Nem que vá a pé!!! :))
Nunca mais soube das tuas cólicas... esperemos que seja por se terem posto a andar! Essa é uma das poucas coisas que me consegue retirar toda a capacidade de escrever!
Bjo!

Comentar post

.mais sobre mim

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Tanto tempo.....

. Morre-se em Agosto.... - ...

. No tempo em que tardam a...

. Desembaraçou-se de mim......

. Quando finalmente ficar s...

. Morre-se em Agosto....

. Amanhã....

. Sentimento estranho este....

. Este trilho meu....

. Cansei de mim....

. As idades que nunca tive....

. As palavras mendigadas .....

. Neste tempo da vida.....

. A aventura de sermos nós....

. Perguntei ás folhas....

. Gosto do azul intenso....

. Hoje é dia de lua cheia.....

. Esta procura constante......

. Foi ágil o pássaro....

. Subtilmente.....

. Bocadinhos de mim....

. Esta estranha sensação d...

. Papoilas

. Este turbilhão dentro de ...

. Mão cheia de nadas......

. Espaço raso de agua

. Quem me dera ver azul....

. Ventos de Africa...

. O cheiro da Primavera....

. Amiúde me enterneço.....

. Só gosto da luz do mar......

. Passou-se outro ano....

. Estou só.....

. Dia irreal de Outono....

. Tão inuteis as palavras!!...

. A memória não mente....

. A medo.....

. Portinho

. A arvore da minha paixão!...

. Desfile do Primeiro de Ma...

. Outra casa em Lima

. Numa rua em Lima colonial

. Tralha peruana!

. Cusco-Perú

. Lima!!!

. Cherries Blossom!

. A morte por um fio...ou a...

. Centro Pompidou-Março 201...

. No dia de anos-Jardim do ...

. Paris-70 anos!

.1 Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Quando finalmente ficar s...

. Tão inuteis as palavras!!...

. Esta procura constante......

. O Cipreste

. Neste tempo da vida.....

. A aventura de sermos nós....

. Gosto do azul intenso....

. Esta estranha sensação d...

. Estou só.....

. Perco-me por ti minha mãe...

.links

.1 Agosto 2008

blogs SAPO