Terça-feira, 21 de Julho de 2009

Foi uma raia....

 

 

Foi uma raia...

 

eu sei.....Que me protegeu

 

Dia e noite.....avançando pelos mares...

 

Não houve medos, só sobressaltos

 

É protectora a raia jamanta..

 

por vezes fica azul....

 

Camufla-se no meio dos outros peixes...

 

Falta tanto dia... e tanta noite!

 

Será  que a raia se vai cansar?

 

......

 

são soluços que ela tem de  me abafar......

 

 

 

sinto-me: NADA
publicado por ligeirinha às 16:54
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De poetaporkedeusker a 22 de Julho de 2009 às 14:42
São magníficas, as jamantas, ondulando, pacíficas, no azul imenso...
E tu, minha querida Ligeirinha? Sentes-te, realmente, nada? Logo hoje que eu estava tão à flor da pele...
Um abraço enorme para ti e para a tua raia-protectora.
De ligeirinha a 22 de Julho de 2009 às 17:59
olha fui ao psi e ele disse-me que estava com uma depressão ...encheu-me de remédios
estou entristecida , sem vale nada, tudo me cai em cima, por obrigação.....tenho falta de mimo. Recorro as raias, ás cotovias, aos melros, ás gaivotas, porque o meu grito é interior e só eles sentem..... beijo grande!
De poetaporkedeusker a 23 de Julho de 2009 às 14:45
Bem... não quero parecer imodesta ao comparar-me ás raias e às gaivotas, mas eu também o senti. O teu próprio organismo te alertará para o momento em que devas começar a reduzir a medicação. Eu dar-te-ei o mimo que puder, mas estou tão longe... fisicamente, claro. Sei que não é nada fácil. Já passei por uma bem longa, quando foi da morte do bébé e agora já as conheço bem. Mas vai passar, amiga! Tudo passa!
Um grande, enorme abraço para ti!

Comentar post

.mais sobre mim

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Tanto tempo.....

. Morre-se em Agosto.... - ...

. No tempo em que tardam a...

. Desembaraçou-se de mim......

. Quando finalmente ficar s...

. Morre-se em Agosto....

. Amanhã....

. Sentimento estranho este....

. Este trilho meu....

. Cansei de mim....

. As idades que nunca tive....

. As palavras mendigadas .....

. Neste tempo da vida.....

. A aventura de sermos nós....

. Perguntei ás folhas....

. Gosto do azul intenso....

. Hoje é dia de lua cheia.....

. Esta procura constante......

. Foi ágil o pássaro....

. Subtilmente.....

. Bocadinhos de mim....

. Esta estranha sensação d...

. Papoilas

. Este turbilhão dentro de ...

. Mão cheia de nadas......

. Espaço raso de agua

. Quem me dera ver azul....

. Ventos de Africa...

. O cheiro da Primavera....

. Amiúde me enterneço.....

. Só gosto da luz do mar......

. Passou-se outro ano....

. Estou só.....

. Dia irreal de Outono....

. Tão inuteis as palavras!!...

. A memória não mente....

. A medo.....

. Portinho

. A arvore da minha paixão!...

. Desfile do Primeiro de Ma...

. Outra casa em Lima

. Numa rua em Lima colonial

. Tralha peruana!

. Cusco-Perú

. Lima!!!

. Cherries Blossom!

. A morte por um fio...ou a...

. Centro Pompidou-Março 201...

. No dia de anos-Jardim do ...

. Paris-70 anos!

.1 Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Quando finalmente ficar s...

. Tão inuteis as palavras!!...

. Esta procura constante......

. O Cipreste

. Neste tempo da vida.....

. A aventura de sermos nós....

. Gosto do azul intenso....

. Esta estranha sensação d...

. Estou só.....

. Perco-me por ti minha mãe...

.links

.1 Agosto 2008

blogs SAPO