Quarta-feira, 3 de Junho de 2009

Que mar?

 

 

Que mar?

 

Este aflitivo lugar onde tanta desgraça aconteceu e acontece...

 

 

Merecerá ele tanto canto laudatório

 

Tantos lamentos heróicos?

 

Tanta poesia,,,

 

Tanta doçura...

 

Oh mar traiçoeiro que engoles pessoas, aviões, esperanças

 

Tantas vidas inacabadas , mesmo até ainda por começar...

 

É azul? Que seja ....é para enganar....

 

É plano , liso como um espelho encantatório?

 

É também para enganar.....

 

É feito de espinhos, lágrimas e lamentos...tantos...

 

Não merece poesia, não

 

é um caixão.....

 

 

 

 

 

 

publicado por ligeirinha às 15:00
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 19 de Junho de 2009 às 14:30
Boa tarde, Ligeirinha, e a todos (as) que me venham ler. Tem uma escrita fantástica e muito bonita, que liga elementos de sonho, metáforas e realidade, a sofrida, aquela que vem da dor.
Então começaria por aí usando o mesmo critério, e com o devido apreço, permita-me a discordância quanto ao mar.
O mar recebe e tira o que já deu...
Não é o mar o culpado, de quem nele escolhe viajar...
Muitos mais se concontraram à sua beira, e por ele e com ele se deixaram enamorar.
Nasceram mais pessoas, fruto de amor/mar, com bençãos várias...
Quiçá Iemanjá,
Ou uma outra deusa para aproximar,
Dá-nos o alimento,
A cor,
A imensidão,
Em troca pede-nos um pouco de sofrimento,
Mas pouco, muito pouco daquele que ao mar fazemos passar,
Com descargas, lixos, e até amaldiçoar,
Não,
Não podemos dizer que foi o mar,
Que nos tirou seja o que fôr,
Ele, hoje e sempre, deu-nos amor,
Deu-nos ser,
Foi lá, há muitos milhares de anos atrás...
Que "alguem", dele mar, se serviu para nos fazer nascer.
Mar, que salgado, como as lágrimas do poeta,
Não são só de sal amargo
Não são só desgraças de profeta,
São flores,
São luzes,
São cânticos de sereia,
Imortalizados,
Na imensidão e no abraço,
Que nos aperta, No seu amasso,
Gostoso,
Amoroso,
Doce,
Salgado,
Alegre, muitas...
Triste, outras...
Mas presente,
Mesmo quando alguém de nós fica "ausente",
É lá no mar que poisamos os olhos,
É lá, na linha do infinito que acreditamos,
Alguém nos fita,
Alguém nos olha,
Alguém de amor nos dita,
Salpica e molha,
E nos adora,
Pelo dia,
Pela tarde,
... e pela noite fora...

José Godinho
De umbreveolhar a 9 de Junho de 2009 às 03:44
Aceitei a proposta da Susana do blog: www.aldeiadaminhavida.blogspot.com, tendo hoje publicado o post sobre A ALDEIA DA MINHA VIDA, de cujo concurso depende a votação das Amigas e Amigos, por isso não estando em " campanha eleitoral", solicitava a V/ colaboração, conforme regulamento abaixo mencionado.
Obrigado e cumprimentos do amigo,
Carlos Alberto Borges


Prémio Blogagem Colectiva "Aldeia da minha vida":

O texto (e imagens , slides ou filmes anexados) mais votado pelo júri* e pelos leitores deste blogue ganha um fantástico fim-de semana para duas pessoas na Pousada de Monsanto **.

Os textos de todos os participantes serão postados no dia 10 de Junho neste blogue.

Será aberta a votação a todos os leitores, entre 10 e 28 de Junho. Para votar basta deixar um comentário no texto preferido, devidamente identificado, juntamente com o respectivo e-mail*** , para quem não tenha blogue. Os resultados serão publicados neste blogue no dia 30 de Junho.

A avaliação dos textos terá em conta os seguintes critérios:

- Os textos deverão ser originais, com limite máximo de uma página A4;

- Deverá ser anexada de uma até 3 fotografias ,ou de 1 conjunto de slides ou de 1 filme originais;

- Indicar a localização da aldeia : Freguesia, Concelho e Distrito;



A avaliação dos leitores terá um peso de 49% e a do Júri de 51% e incidirá sobre o conjunto - texto e imagens ou outro(slides, filme) originais.








Veja a lista dos participantes no blogue gémeo: www.aldeiadaminhavida.blogspot.com.

De poetaporkedeusker a 4 de Junho de 2009 às 11:34
Sei. Tenho andado a fugir a falar disso... foi terrível! Mas não podemos culpar o mar ou teríamos de culpar também o céu... no entanto eu tenho por aí uns "sonetos do mar" que também tocam nessa tua ideia de enorme caixão... devem ser dos primeiros. Pelo menos são, de certeza, de 2008.
Acreditas que nunca fiz uma lista dos sonetos já publicados no blog? Qualquer dia começo a repetir-me... mas ontem, à noite, fiz um! Vamos a ver se o consigo publicar hoje.
Bjo gde!

Comentar post

.mais sobre mim

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Tanto tempo.....

. Morre-se em Agosto.... - ...

. No tempo em que tardam a...

. Desembaraçou-se de mim......

. Quando finalmente ficar s...

. Morre-se em Agosto....

. Amanhã....

. Sentimento estranho este....

. Este trilho meu....

. Cansei de mim....

. As idades que nunca tive....

. As palavras mendigadas .....

. Neste tempo da vida.....

. A aventura de sermos nós....

. Perguntei ás folhas....

. Gosto do azul intenso....

. Hoje é dia de lua cheia.....

. Esta procura constante......

. Foi ágil o pássaro....

. Subtilmente.....

. Bocadinhos de mim....

. Esta estranha sensação d...

. Papoilas

. Este turbilhão dentro de ...

. Mão cheia de nadas......

. Espaço raso de agua

. Quem me dera ver azul....

. Ventos de Africa...

. O cheiro da Primavera....

. Amiúde me enterneço.....

. Só gosto da luz do mar......

. Passou-se outro ano....

. Estou só.....

. Dia irreal de Outono....

. Tão inuteis as palavras!!...

. A memória não mente....

. A medo.....

. Portinho

. A arvore da minha paixão!...

. Desfile do Primeiro de Ma...

. Outra casa em Lima

. Numa rua em Lima colonial

. Tralha peruana!

. Cusco-Perú

. Lima!!!

. Cherries Blossom!

. A morte por um fio...ou a...

. Centro Pompidou-Março 201...

. No dia de anos-Jardim do ...

. Paris-70 anos!

.1 Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. A morte por um fio...ou a...

. Quando finalmente ficar s...

. Tão inuteis as palavras!!...

. Esta procura constante......

. O Cipreste

. Neste tempo da vida.....

. A aventura de sermos nós....

. Gosto do azul intenso....

. Esta estranha sensação d...

. Estou só.....

.links

.1 Agosto 2008

blogs SAPO